banner
Gás e Monóxido de Carbono



O gás é uma mais-valia no nosso dia-a-dia e permite-nos realizar diversas tarefas domésticas. No entanto, este combustível é também uma fonte de preocupação que exige vários cuidados. Aprenda a lidar de forma segura com aparelhos alimentados a gás e conheça os principais riscos associados a estes equipamentos.

Cuidados a ter com os aparelhos a gás:

  • Certifique-se que os aparelhos a gás que compra estão normalizados e certificados pelas entidades competentes.
  • Peça a técnicos qualificados que realizem a instalação, a reparação e a manutenção destes aparelhos. Não tente repará-los sozinho.
  • Certifique-se que os tubos e braçadeiras são adequados ao equipamento utilizado e substitua-os regularmente.
  • Limpe regularmente as chaminés e exaustores.

Principais erros/perigos na utilização de aparelhos a gás:

  • Instalação de esquentadores na casa de banho.
  • Deixar o esquentador ligado quando sai de casa.
  • Ausentar-se com o fogão ligado.
  • Utilização dos tubos de gás para pendurar outros objetos, como peças de roupa.
  • Guardar garrafas de gás junto a fontes de calor ou em caves.
  • Deitar as garrafas de gás. Quando arrumar as garrafas de gás lembre-se de que o redutor tem de ficar sempre para cima.
  • Ausentar-se de casa, em especial durante os períodos de férias, deixando a válvula do contador, ou o redutor, aberta.
  • Utilizar fósforos ou isqueiros para procurar fugas de gás.

A casa cheira a gás, e agora?

  • Desligue o fornecimento de gás, fechando a válvula ou o redutor.
  • Não ligue, nem desligue, interruptores ou equipamentos elétricos. Há o risco destes originarem uma explosão ou iniciarem um incêndio.
  • Se tiver de utilizar uma lanterna certifique-se que a liga, e desliga, no exterior da habitação.
  • Apague qualquer chama que tenha acesa.
  • Não fume nem acenda cigarros.
  • Abra as portas e janelas da sua habitação para ventilar esse local. Espere até que o cheiro desapareça completamente.
  • Contacte o responsável pela segurança da entidade fornecedora de gás.

Um Perigo Silencioso

Alguns dos perigos inerentes à utilização de aparelhos alimentados a gás são as fugas, assim como a inalação de outros gases. Uma grande parte dos acidentes domésticos deve-se às consequências da inalação de monóxido de carbono, um gás resultante da combustão.

Libertado por aparelhos como o esquentador ou o fogão, o monóxido de carbono é um gás impercetível aos sentidos humanos. Por isso, é fundamental garantir que compra aparelhos certificados e que a instalação dos mesmos é realizada por técnicos especializados.


Prevenção de Acidentes envolvendo Gases:

  • Adquira e instale um detetor de gases nas várias divisórias da sua casa. Certifique-se que os detetores de gases cumprem com as normas vigentes (recorra a uma empresa especializada em segurança para adquirir e instalar um detetor de qualidade).
  • Teste mensalmente o funcionamento dos detetores de gases.
  • Se o alarme começar a tocar saia imediatamente da habitação ou dirija-se para junto de uma janela ou parte aberta. Contacte o técnico de instalação para que este possa determinar a causa da fuga de gases.

Sintomas de intoxicação por gás ou monóxido de carbono:

  • Dores de cabeça.
  • Falta de forças.
  • Vertigens.
  • Sonolência e vómitos.
  • Pele arroxeada.
  • Perda de conhecimento.

O que fazer em caso de intoxicação por gás ou monóxido de carbono:

  • Entre no local onde se encontra a vítima, contendo a respiração para não perder os sentidos.
  • Abras as janelas ou portas para arejar o local. Sempre que precisar de respirar faça-o no exterior.
  • Retire a vítima para um local arejado.
  • Desaperte as roupas da vítima mais apertadas para que esta possa respirar.
  • Desligue a válvula ou redutor do gás.
  • Contacte o 112 ou Centro de informação Anti-Venenos – 808 250 143.



© 2017 SEGURANÇA ONLINE TODOS OS DIREITOS RESERVADOS